Património

Carcavelos

Criada por Carta de Lei em 1908, a Região Demarcada de Carcavelos é uma das mais antigas do País.

Nasceu no período pós-filoxera, numa tentativa, por parte dos produtores da altura, de recuperar a glória que o Carcavelos assumia nos tempos do Marquês de Pombal, com uma expressão internacional.

O Carcavelos designa-se de ‘Generoso’, como sinal da sua antiguidade e qualidade, que no fundo descreve um vinho fortificado branco, de corpo aveludado com características únicas graças a uma afortunada conjugação de elementos: castas, clima, solo, envelhecimento, e claro, o Homem.

No território ocupa parte dos concelhos de Cascais e Oeiras, sendo uma das mais pequenas DOC do mundo, com apenas 25 ha de vinha plantada, a cerca de 20 minutos do centro da capital, Lisboa.”

“Os concelhos de Cascais e Oeiras prolongam a linha de costa, desde Lisboa, até ao mergulho dos Montes da Lua no Atlântico, no Cabo da Roca.

Terras de saloios e pescadores, há muitos séculos que se estabeleceu o convívio com a fidalguia e a burguesia lisboeta, que aqui tiveram propriedades e suas Quintas de Recreio. Também os espaços de vilegiatura marcaram estes territórios. É aqui que surgiu o Vinho de Carcavelos que associamos a um Património rico e variado que aguarda a sua visita.

Para mais informações aceder aqui

Agenda da Região de Carcavelos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Património e Outros Pontos

Relativamente ao património, os Jardins e o Palácio do Marquês de Pombal, classificado como monumento nacional e aberto ao público, é um exemplo do valioso património do século XVIII, cujo projecto é da autoria de Carlos Mardel, famoso arquitecto húngaro que teve papel privilegiado na reconstrução pombalina de Lisboa, aquando do terremoto de 1755. Também a Quinta Real de Caxias, igualmente do século XVIII, ou o Forte de S. Julião da Barra, são locais de referência turística.

© 2017 Rota dos Vinhos
BUCELAS CARCAVELOS COLARES