Vinhos

Colares

No concelho de Sintra, situa-se uma pequena zona vitícola, que produz um vinho de cor rubi, mas que, com o envelhecimento, ganha um aveludado e bouquet excepcionais. O vinho de Colares só atinge a sua máxima qualidade passados vários anos, embora o estágio mínimo seja de 18 meses. Dado o longo estágio a que o vinho é obrigado, a comercialização é muito limitada, sendo a Região de Colares uma espécie de “santuário” para os conhecedores deste vinho.

As vinhas desta região apresentam características muito peculiares devido à sua proximidade do mar e dos ventos marítimos muito fortes a que se encontra sujeita. Pela sua natureza geológica, Colares, divide-se em duas sub-zonas: "chão de areia" (região das dunas) e "chão rijo" (solos calcários). As características únicas do vinho de Colares devem-se às castas, solo e clima temperado e húmido no Verão e, ainda, ao facto de 80% da vinha estar instalada em "chão de areia", respeitando a prática tradicional de unhar a vara de pé franco no estrato subjacente à camada de areia.

A área geográfica correspondente à Denominação de Origem "Colares" situa-se no concelho de Sintra, entre a Serra e o Oceano, numa zona junto ao mar, compreendendo as freguesias de Colares, São Martinho e São João das Lampas.

Agenda da Região de Colares

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Adega Regional de Colares, Arenae Branco - Doc Colares

Adega Regional de Colares, Chão Rijo, Branco Regional Lisboa

Adega Regional de Colares, Arenae Tinto - Doc Colares

Adega Regional de Colares, Chão Rijo, Tinto Regional Lisboa

© 2017 Rota dos Vinhos
BUCELAS CARCAVELOS COLARES